DIRETORIA   ESTATUTO   REGIMENTO   POLÍTICA DO SITE   FALE CONOSCO   ESPAÇO CIDADÃO  
   
   
PRINCIPAL
INSTITUCIONAL
JURÍDICO
NOTÍCIAS
ARTIGOS
MÍDIA OFICIAL
GALERIA DE FOTOS
PRESTAÇÃO DE CONTAS
ESPAÇO DO ASSOCIADO
APOSENTADORIA ESPECIAL
AOJUS RESPONDE
REAJUSTE SALARIAL
AGENDA
CURSOS
ENQUETES
ASSOCIE-SE
RECADASTRAMENTO
VOTAÇÕES
CONVÊNIOS
LINKS
MAPA DO SITE
ESPAÇO CIDADÃO
CAMPANHAS
 
FENASSOJAF EMITE NOTA DE REPÚDIO À AGRESSÃO DO DEPUTADO BOCA ABERTA CONTRA OFICIAL DE JUSTIÇA NO PARANÁ

Segunda-feira, 25 de novembro de 2019.

A diretoria da Fenassojaf divulgou, na manhã desta segunda-feira (25), Nota de Repúdio referente à agressão proferida contra o Oficial de Justiça Adelino Firmo Corrêa, durante o cumprimento de mandado na manhã da quarta-feira, 20 de novembro, em Londrina (PR).
 
Além de ofensas verbais, o parlamentar reagiu violentamente cuspindo no rosto do servidor público e rasgando a intimação judicial.
 
De acordo com a publicação, a Fenassojaf considera inadmissível tal atitude por parte de qualquer cidadão brasileiro, em especial, um deputado federal eleito como representante do povo. Cabe ressaltar que o Oficial de Justiça é um servidor concursado, que possui a atribuição de longa manus do juiz, sendo o responsável por fazer valer as ordens emitidas nos processos judiciais.
 
“Independentemente disso, nenhum ser humano merece tamanho desrespeito à sua honra e integridade física, seja ela durante a atividade laboral ou em situações particulares”, afirma a diretoria.
 
A Federação também reafirma a importância dos Oficiais no pleno funcionamento da justiça brasileira e prestação àqueles que necessitam do Judiciário para a solução de conflitos. “A FENASSOJAF repudia qualquer tipo de agressão e violência praticados contra Oficiais de Justiça Avaliadores e não permitirá que ocorrências como essa passem despercebidas”.
 
Na Nota de Repúdio, a direção da Fenassojaf requer a imediata retratação pública do deputado Boca Aberta quanto à atitude desrespeitosa em relação ao trabalho do Oficial de Justiça no Paraná e espera uma manifestação por parte do Pros sobre o fato, almejando que novos registros não voltem a ocorrer com nenhuma classe trabalhadora do país.
 
“Assim, ressaltamos, mais uma vez, nosso repúdio ao deputado Boca Aberta e exigimos o respeito à função e valorização dos Oficiais de Justiça!”, finaliza a Federação.
 
Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo


0 comentário(s) |